13.8.14

acordei e saiu

voce não me conhece
nem eu te conheco
tampouco somos
um eu ou um voce
mas somente
e ao mesmo tempo
tantas
possíveis realidades
virtuais
em potencia
expandindo ou contraindo

cada linha desse texto
pode levar-nos
a outros caminhos
se estamos lendo
então
já estamos
em outros caminhos

a qualquer momento
podemos parar de ler
e sair para andar
ou fazer qualquer
outra coisa
que nos interessar
somos livres
até mesmo
para não fazer

também podemos
ler esse texto
por outras sequencias
possíveis e imaginárias
e escrever outro
que não será
o mesmo

para que então
lemos um texto?
ou para que escrevemos?
isso não vai nos tornar
menos imbecis
do que ja somos
mas pode nos levar
a outras frequências
de imbecilidades
que já não são mais
as mesmas de antes

cada leitura
nos remete
a outros contextos
externos e internos
visíveis e invisíveis

não somos
mais os mesmos
nem sei quando fomos
estamos sempre inconclusos
incompletos como este texto
agora temos tambem
um pouco de nós
e um pouco do que surge
com o que lemos
que por sua vez
tem um pouco
de tantas outras gentes
e tantas outras coisas
que nao cabem
em palavras

coisas de difícil percepção
que podem ser vistas
talvez uns poucos
quando fechamos os olhos
e silenciamos as ideias
de razão, de significados
e de tantas outras
que regem a vida
e esse texto
que se cansou das letras
palavras e sequencias
e se foi
.

28.7.14

distintos momentos e criações

distintas criações de sonoridades,
movimentos e textos experimentais livres
voando por aí...

.

todo este site de bruno nobru está licenciado com uma licença
Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - CompartilhaIgual 3.0 Brasil.
o conteúdo pode ser compartilhado, citando o nome do autor e não usando para lucro